"Digno é Deus, o criador, de toda honra e toda glória para todo o sempre".

Pesquisar pedacinhos

14 de out de 2010

A Carta




Sentado diante de uma mesa farta de carnes humanas,
 tentando me concentrar apenas na carta selada com o sangue dourado do último anjo que apareceu por aqui.




 A caligrafia perfeita me leva às lembranças do outro mundo.





Fecho os olhos por por uns instantes e ao abrir vejo você diante de meu olhos,
sentado a minha frente comendo vorazmente carnes humanas,
 enquanto penetra seu olhos nos meus.
Olhos cor luto, mas brilhantes.
Seu brilho tenta quebrar o sentimento oculto que não aparece para me inspirar.





Mais uma vez o corvo volta e leva a carta embora sem nenhuma resposta.















Google+ Badge

Ocorreu um erro neste gadget