"Digno é Deus, o criador, de toda honra e toda glória para todo o sempre".

Pesquisar pedacinhos

5 de out de 2010

Último Suspiro *





Caminhei pelo ermo das palavras
tentando fazer com que a chuva de sentimentos
fizesse brotar inspiração para declarar meu amor
de alguma forma. 


Tentei convencer as palavras e meus sentimentos a um acordo,
mas meus esforços foram em vão.
Não houve harmonia entre eles.


Caminhei desde as vielas dos vocabulários mais simples aos mais cultos.
Me perdi.


Agora me encontro aqui preso nesse deserto,
prostrado diante de letras e sentimentos,
que se recusam a me salvar.

Dependo deles para sair daqui. 

A solidão torna minha alma gélida,
mas o calor do deserto torna meu corpo quente,
como nas noites em que juntos adormecemos.
Onde está você?
Por que me faz suplicar pelas gotas sagradas?
Nunca pensei que fosse implorar pelos raios,
trovões e tempestades.


Estou sangrando.
A terra suga meu sangue como
o mais precioso líquido do universo,
saciando lentamente sua sede.

Me restam apenas segundos de vida,
então me desespero em não poder te ver, anjo meu.
Estou sentindo meu sangue ser sugado pela terra árida,
e com ele se formar a frase que as palavras se recusaram formar:
Eu amo você.


 
*Título sugerido por Fran do Blog Clube da Lulu e mais votado na enquete com 62% dos votos. Parabéns!!

Google+ Badge

Ocorreu um erro neste gadget