"Digno é Deus, o criador, de toda honra e toda glória para todo o sempre".

Pesquisar pedacinhos

27 de nov de 2011

A busca


                                                                      
                                                                                                           E era a Besta, sem sinais.

                                                              Estava perambulando pela própria mente.

                                                    Pela carne podre sentia desprezo.

                                            Ela amava pedaços perdidos, ela os devorava.

                          E era a Besta sem sinais, e ao seu encontro a luxúria. 

                                  Rica, exuberante em si mesma.

                    Ainda há quem embriagasse com seu perfume.


~~~~~~~~~§~~~~~~~~~~


                 E era o amor, preso no coração dos inocentes.

                                A Besta buscava por ele e a luxúria o tinha perdido.

 Então, passou a vagar pela Terra na esperança de 

encontrá-lo em outro coração tolo.

                                                                     Meu próprio coração.

Google+ Badge

Ocorreu um erro neste gadget