"Digno é Deus, o criador, de toda honra e toda glória para todo o sempre".

Pesquisar pedacinhos

27 de jan de 2012

Mil Castelos




Construí mil castelos de areia, e dez mil príncipes de vento.
Os castelos desmoronaram sobre mim, mas o maldito vento ainda sopra minha alma,
inquieta alma.


Construí mil castelos de areia e dez mil guardas de papel, que
transformaram-se em cartas de amor com palavras ditas:
não te amo mais


Construí mil castelos de areia e muitos súditos feitos de lágrimas.

Os súditos se revoltaram contra o rei e as lágrimas voltaram a sua origem :
olhos meu.


*Republicação 

24 de jan de 2012

Pedaços de Mim







Pedaços de mim
Quem um dia foram compostos por teu sorriso



Pedaços de mim
Que  viveram a morte e a vida



Pedaços de mim
Gritam pelo inteiro que já se foi



Pedaços de mim
Clamam pelo teu corpo que os tocaram

Pedaços de mim
Somam as chagas que sofri



Pedaços de mim
Subtraem o amor que vivi



Pedaços de mim
Exalam perfume da luxúria que não tive



Pedaços de mim
Imploram pela ressurreição



Pedaços de mim
Observam você ressurgir de um sorriso



Pedaços de mim
Lentamente se recompõem ao que um dia você se apaixonou perdidamente:



Pedaços de mim.


*Republicação

Google+ Badge

Ocorreu um erro neste gadget